Archive for Agosto, 2010

All I wanna do

Agosto 23, 2010

is nothing.

Se eu não me importasse tanto em morrer, eu já teria parado tudo.

Ia viver de Mc Donald’s até quando minha conta no banco desse e depois morria de fome, morria atropelada por ônibus, de aids….

me dá um kirby!

Agosto 19, 2010

Ouvi dizer de quem estava lá. Antes de ler imagine um cigarro tem o nome de KIRBY. Imagine também as razões que levariam um ser humano a fumar tal coisa.

Sábado, a menina chegou cedinho na padaria, meio descabelada ainda e virou pra mulher do caixa:

– me dá um kirby.

Nisso, a moça do caixa grita pra moça do balcão:

– OOOoouu!! Tem kibe aí?!

E ela responde do balcão:

– Não é kibe, sua burra. É “kirby”, é um cigarro.

– Aaaah, bom! Bem que eu estranhei, fritura a essa hora da manhã!

PRAGMÁTICA!

Agosto 10, 2010
Nossa, eu tenho muita vergonha depois que brigo com o macho reprodutor. Me sinto imbecil, criança de 24 anos que não consegue ter uma conversa normal e precisa apelar ignorando o que é uma questão de entender  abrangência das palavras e incrustar nos traumas de infância, achando que todos querem me fazer maldades dos tempos da escola, como puxar meu cabelo, jogar bolinha de papel nele, roubar meu lanche, me chamar de esquisita e etc. Mas na época eu era songa-monga e não apelava.
E agora não faz sentido nenhum pirraçar.
Não vou mais pra escola, ainda bem, mas lembrei de uma sabedoria da época:  apelou, perdeu.
Vou ficar convivendo com a sensação de ser ridícula aqui no canto.